Caminhos: reflexos de escolhas

 

Caminhos há muitos. Cada um segue o seu, ou os seus. Uns dão em encruzilhadas, outros em atalhos, uns enredam e levam ao ponto inicial, outros chegam ao fim.  Mas, apesar da incerteza do caminho que cada um trilha e do seu destino final, há uma certeza em todos eles: cada caminho é o reflexo de uma escolha e cada reflexo da escolha é uma consequência, boa ou não.

DSC_4906-2assred

Ser

DSC_0543ass

” Sê
Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.
Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso…
Mas sê o melhor no que quer que sejas.”

Pablo Neruda